“Matutando” me surgiu no cutucar do bauzinho da infância; os versos naturais de vovó ressoam nos versos que salpico, meio estropiados, no papel. Matuto é o poeta das beiradas de ruas, sem crachá de poesia, mas encharcado até a alma dela. É vontade de beleza, do matinho amassado no canto da boca do jeca, que não mais existe; do jeca que há de existir. E, deste livretinho de vozes que vêm de longe, espero as palavras daqueles que estão aqui perto. Ou o silêncio. Luizim.

Matutando

REF: 364215376135195
R$ 25,00Preço
  • 978-85-5634-011-5

 
 

©2019 by Pachamama Editora. Proudly created with Wix.com